Desde 1974 levando credibilidade e profissionalismo...

Mais da metade das capitais revisam impostos

Ao menos metade das 26 capitais brasileiras terão reajustes no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) acima da inflação neste ano. O movimento ocorre para aumentar a arrecadação, mas será insuficiente para equilibrar o orçamento dos municípios.

Pelo menos 14 das principais capitais já anunciaram altas nos preços do IPTU cobrado em 2019. Dessas, apenas São Paulo afirmou reajuste de 3,5%, abaixo da inflação de 2018 3,75%, segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Leia mais...

Analise de sensibilidade de riscos de mercado

As Superintendências de Relações com Investidores Institucionais (SIN) e de Normas Contábeis e de Auditoria (SNC) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgam hoje, 18/1, o Ofício Circular CVM/SIN/SNC 01/19, que esclarece sobre a interpretação do item 1.3.2.XX da Instrução CVM 577, que trata do Plano Contábil dos Fundos de Investimento (COFI).

O item determina que companhias abertas divulguem análise de sensibilidade para cada tipo de risco de mercado ao qual o fundo está exposto no final do período contábil, em consonância com as diretrizes das normas aplicáveis às companhias abertas que trata da evidenciação de instrumentos financeiros.

Leia mais...

Decisao autoriza uso de creditos de PIS/Cofins de ativo imobilizado

Uma companhia conseguiu na Justiça Federal liminar para que a Receita Federal mantenha até a data de 31 de julho de 2017 a possibilidade de uso de créditos de PIS e Cofins de bens já integralizados ao ativo imobilizado. O benefício, até então permitido, foi proibido pelo Fisco com a Solução de Consulta Cosit nº 99.081, publicada em 1º de agosto do ano passado contra essa mesma empresa.

Leia mais...

Receita regula entrega de documentos digitais

Foram publicadas, no Diário Oficial da União da última sexta-feira, as instruções normativas 1.782 e 1.783 da Receita Federal do Brasil (RFB), que tratam da entrega de documentos digitais ao Fisco.

Com o intuito de incentivar o cumprimento das obrigações tributárias e aduaneiras, em novembro de 2013, foi publicada a IN RFB 1.412 com o objetivo de regulamentar a entrega de documentos digitais ba Receita Federal, definindo a utilização de dossiês digitais de atendimento como o pilar de sustentação dessa interação.

Leia mais...

Perspectivas Economicas 2018

De 2014 a 2016, o país enfrentou a pior crise econômica da sua história, com perda acumulada no Produto Interno Bruto (PIB) de 8,6% num período de 11 trimestres – pior resultado já registrado desde que se iniciou a medição do PIB, em 1947. Como consequência, o desemprego saltou de aproximadamente 6% para 13,7% do total da força de trabalho do país.

A partir de 2013, a economia passou a perder dinamismo. A indústria começava a exibir taxas negativas de crescimento. O Custo Brasil e uma taxa de câmbio excessivamente valorizada tiravam artificialmente a competitividade do produto brasileiro, e os impulsos de demanda vazavam para o exterior na forma de aumento de importação. O governo insistia na política de expansão da demanda via aumento dos gastos públicos e corte de impostos, mas o que se conseguiu produzir foi aumento de importações e redução do superávit primário.

Leia mais...

free joomla templatesjoomla templates
2019  Soltz Auditores  - All right reserved.
Soltz Auditores
Publicidade